domingo, 1 de maio de 2011

Opakee

Esse casal que vos escreve vive atrás de lugares novos para comer. Desde que começamos o blog, a gente tenta diversificar as escolhas, embora bons restaurantes sempre recebam a nossa visita mais de uma vez. Como os amigos sabem do nosso gosto, vira e mexe recebemos sugestões. Lemos outros blogs da mesma linha que o nosso. Pescamos alguma novidade em revistas e jornais. As fontes são variadas.

O lugar que conhecemos num sábado depois de ler uma avaliação no ótimo blog Brincando de Chef chama-se Opakee e é uma pequena casinha na Vila Madalena especializada em waffles. Foi um acaso daqueles bem interessantes. Gabi leu no blog dias antes, nós fomos passear no bairro por outro motivo e demos de cara com o lugar. Como resistir a essas armadilhas calóricas?



Entramos. E levamos com a gente um casal querido, a Beca e o Rafa, que já deram as caras neste blog em outras ocasiões. Acho que o espaço deve abrigar umas quatro mesas na parte interna e mais uma na calçada. Estava cheio, a gente tentou uma comunicação com o dono, que descobrimos ser belga. Tá explicada a temática da casa! O gringo, um pouco impaciente, fala um português bem enrolado (e não seria diferente), mas extremamente entendível! Uma mulher brasileira - mulher ou namorada dele - ajuda no salão. Os dois atenciosos.

A casa serve waffles doces e salgados, e confesso que minha boca salivou por um com recheio de nutella. Mas o nosso casal amigo é light e escolheu um salgado bem levinho, de muzzarela. Aprovado pela dupla!



Gabi curtiu um outro, também salgado, que me pareceu interessante. Como a proposta era dividir porque já estavamos de barriga cheia, topei. A nossa escolha foi queijo de cabra com rúcula e mel. Muito gostoso! A massa é alta, bem fofa por dentro e crocante por fora. O queijo de cabra é forte e veio na medida e o mel casou muito bem com a rúcula. Doce e ardido em harmonia. Ó que bonito:



A Vila Madalena é cheia de cantinhos especiais. Esse é mais um deles. Não recomendo o Opakee para um jantar com J maiúsculo, acho que é aquele tipo de comida que cai muito bem depois que você passa a tarde caminhando pelo bairro e quer sentar, bater um papo e beliscar alguma coisa diferente. Tem algumas opções de cervejas belgas pra acompanhar. Acho que, inclusive, é essa mesmo a proposta do lugar, que fecha às 20h nos dias mais movimentados, como o sábado.

Não lembro o valor exato da conta, mas cada casal pagou cerca de R$ 30 por um waffle salgado, uma água e os 10%. Adoramos o clima do lugar e o sabor de carro chefe da casa e recomendamos a visita. Nota 10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário