quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Veríssimo

Começamos 2011 falando do Veríssimo: um bar com cara de restaurante - ou um restaurante com cara de bar.

Já falamos dele por aqui algum tempo atrás, lembra?

Fomos lá depois de uma daquelas segundas-feiras chatas, de começo de semana - quando a subida ainda está no começo e o fôlego já está no fim. Tinha sido um daqueles dias de trabalho cansativos, em que precisávamos ser bem atendidos, comer uma comidinha legal, tomar um chope pra dar uma animada.

Imaginamos que poderíamos encontrar algo honesto no Veríssimo, e lá fomos nós.

Logo de cara, pedimos um chope cada um - que chegaram bem tirados, mas não muito gelados, trincando.

Como queríamos algo pra refrescar a goela e a mente, apelamos para um suco de tangerina. Se liga:


O suco, cheio de gomos bem fininhos, vem numa jarrinha e é muito, muito bom. Acertamos na mosca, tanto que pedimos outro rapidinho!

Em seguida fomos de queijo brie empanado, com geléia de pimenta, para tira-gosto. Saca só:


É bonito e o conjunto dá certo: queijo com um toque de picância fica muito bom! Mas o prato, em si, não é muito gostoso. A peça de queijo é muito grande - ou seja: ele chega quentinho, derretendo, mas em 3 minutos já está frio. Além disso, a farinha que "empana" o queijo é grossa, fica enjoativa. A pedida matou nossa curiosidade, mas não chegou a saciar.

Então apelamos para uma salada caeser:


Nada demais - afinal, o que esperar de uma salada ceaser? Havia pouco molho e pouco queijo, mas as folhas de alface estavam fresquinhas, o que já foi suficiente para nós.

Saímos do Veríssimo bem atendidos, atordoados com o delicioso suco de tangerina e com um sentimento de que ainda não foi dessa vez que nos apaixonamos pelos local.

Nota 6, porque o lugar precisa superar o chope meio-gelado e ser mais instigante pra merecer o nosso retorno.

3 comentários:

  1. Temos que comer uns queijos, geleias, petiscos e tomar belos vinhos lá em São Francisco Xavier..... É obrigação fazermos esta viagem em breve!
    Bjos!
    Braguinha

    ResponderExcluir
  2. vocês diriam que é um local para se manter no básico ou pra arriscar?
    na visita anterior, ficaram nos pasteis e porção de linguiça e deram nota 8..

    ae dessa vez foi um queijo brie frito de fresco decepcionante e um SUCO q foi sensacional e inesperado e um chopp quente, com nota 6...

    o local ainda não convenceu, mas tem potencial? ou voltariam apenas por ser um local, digamos, normal que tem altos e baixos?

    []s

    e vamos no Fabrica do Chopp ou não?! ;)

    ResponderExcluir
  3. Braguinha: realmente, São Xico tem que rolar logo menos... aguardamos convites!

    Renato: realmente eu, Gabriel, curti mais da outra vez, quando vieram petiscos gordurosos e suculentos à mesa.

    A grande questão é isso que você definiu: o local não convenceu, mas tem potencial. É um ambiente agradabilíssimo e tem bom atendimento, mas ainda não fisgou de vez. Talvez voltaremos lá, porque é perto do trampo. Mas não atravessaríamos a cidade só pra isso... entendeu?

    E, sim, vamos à Fábrica do Chopp logo menos!

    ResponderExcluir