domingo, 21 de junho de 2009

Bar do Santa

Quem nunca sonhou em enfrentar um baita frio em cima de uma Harley Davidson ?

... não?

Ah, vai, então alguma vez você já pensou em invadir um bar com a moto, dar uma ou duas aceleradas para o motor roncar e se certificar de que todo mundo está olhando pra você. Ainda não?

Então pera lá. Com certeza já passou pela sua cabeça levar a sua possante para ser lavada DENTRO de um bar, enquanto você toma um goró e se diverte com seus companheiros de estrada.

Pois é, meu amigo, quando você pensa que já viu de tudo nessa vida, está tremendamente enganado. Toda essa ladainha foi presenciada na última quarta-feira no Bar do Santa, na Vila Madalena.

O casal desfrutou da companhia de amigos jornalistas e casperianos para botar o papo em dia, em plena quarta-feira. Como era dia de jogo, decidimos ir a um bar onde havia telão - e, por sugestão do Smurf, onde também tivesse uma sinuquinha pra se divertir.

Por sinal, são as duas mesas de bilhar - e não a decoração motoqueira - que ditam o charme do amplo local.

Cerveja de garrafa não existe no cardápio. Por isso, fomos de chopp Baden Baden - que não é lá dos mais baratos, mas bem gostoso.

O povo pediu uma porção de fritas. Para a surpresa de todos, além das tradicionais batatas palitinho, vieram também as chips - caseiras, bem torradinhas e extremamente saborosas.

O casal preferiu experimentar o caldinho de feijão. Bem servido, com duas fatias de bacon, foi saboreado com tempero no ponto certo. De longe, o melhor caldinho que eu já tomei.

Tudo isso olhando dois funcionários que caprichosamente lavavam uma moto dentro de uma cabine de vidro. Pela curiosidade e beleza da máquina, acabou sendo divertido.

Ao fim de três chopps, uma coca e dois caldinhos, deixamos R$40. Apesar de nos sentirmos peixinhos fora d'água, dou nota 7 para o Bar do Santa, porque poderia ser mais barato, oferecer outros rótulos de cerveja e porque ninguém merece respirar fumaça de moto dentro do bar.

* Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário